O que é fenómeno económico, Inflação?

Todos os anos ouvimos falar dela, inflação, mas o que realmente é? A resposta clássica é o aumento da disponibilidade de moeda. Provavelmente qualquer economista tem uma resposta muito académica a esta pergunta mas lembre-se de que estas são as pessoas que prevêem taxas de desemprego, prevêem juros de habitação prevêem qual o impacto do aumento de impostos no Produto Interno Bruto e no final estão enganados.

Uma das causas da inflação é o aumento da emissão de moeda pelo Governo para cobrir os gastos do Estado. Quando isso acontece, há um maior volume de dinheiro em circulação no mercado mas não houve criação de riqueza ou aumento de produção. Nestes casos, é exigida maior quantidade de dinheiro para adquirir a mesma quantidade de produto, resultando em inflação.

Na União Europeia o Banco Central Europeu controla as taxas de juros a curto prazo para controlar a inflação. Isto faz com que o valor da moeda aumente e reduza a velocidade de consumo.
Nas nossas condições actuais, por exemplo, o aumento do preços de energia também causa inflação pois, irá aumentar o preço de produção e consequentemente o preço para os consumidores.

Tipos de inflação:

  • Inflação de demanda: caracterizada pelo excesso de demanda em um determinado sector;
  • Inflação de custos: também conhecida como inflação de oferta, que acontece por causa da oferta, por exemplo, quando há uma subida dos custos de produção;
  • Inflação inerte: também é conhecida como inflação psicológica, porque não é causada necessariamente por uma alteração na demanda ou oferta. Muitas vezes acontece porque as pessoas acreditam que a subida dos preços vai continuar;
  • Inflação estrutural: parecida com a inflação de custos, mas a subida de preço acontece por uma falta de eficiência das infraestruturas envolvidas no processo de produção.

Deflação

A deflação é o processo inverso à inflação. Quando há umas redução generalizada dos preços dos bens e serviços e o valor do dinheiro é aumentado. A deflação pode por em risco a economia podendo mesmo estar associada a  períodos de recessão económica.